quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Então como explicar Israel?


Um reino judaico e independente no Suriname

 
“Em Jodensavanne os judeus receberam a oportunidade de viver suas vidas como um enclave religioso-cultural autônomo. Ali, os judeus aproximaram-se do sonho de auto-jurisdição em um "reino" próprio, um dos únicos exemplos antes da fundação do moderno Estado de Israel, onde os judeus da diáspora haviam alcançado autonomia política.No final do século XVII, o assentamento agrícola de Jodensavanne, possuía mais de 40 fazendas com engenhos produtores de açúcar. Em 1730 o Suriname tinha cerca de 400 fazendas, das quais 115 estavam em posse da comunidade judaica.”’(...)em Jodensavanne existia um exército judeu e uma guarda civil, que defendiam o povo dos ataques de quilombolas e corsários. Todos os colonos homens adultos eram obrigados a participar das forças de segurança. A Companhia das Índias criou varias milícias, organizadas de acordo com a origem da população. De todas as divisões de defesa no país, a milícia judaica funcionou melhor. Estava relacionado ao fato de que eles tinham intenções de ficar, prosperar e o seu compromisso maior com a nação judaica, que tinham de defender.”
(FONTE JUDAICA: http://moshav.blogspot.com.br/2012/07/jodensavanne.html)
 
Trecho do livro História Proibida do Brasil- escrito pelas autoras Márcia Zaros e Marilda Oliveira. Em breve o lançamento!

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Uma Plutocracia Draconiana se instala no globo covardemente sobre os escombros da violência graças à ignorância religososa no mundo que deu crédito político a um mito religioso...agora? Só chora!

              
“...quando os sacerdotes das postesdades     dos  céus, os  deuses, anjos e demônios, decidem agredir a Humanidade...devo perguntar: Por que a luz da razão deve sucumbir diante da escuridão da fé cega?...”
 
               Márcia  Zaros
 

 
 
 


       


 

segunda-feira, 6 de maio de 2013

Etnocentrismo Judaico

 
O etnocentrismo consiste em privilegiar um universo de representações propondo-o como modelo e reduzindo à insignificância os demais universos e culturas “diferentes”. De fato, trata-se de uma violência que, historicamente, não só se concretizou por meio da violência física contida nas diversas formas de colonialismos, mas, sobretudo, disfarçadamente por meio daquilo que Pierre Bourdieu chama “violência simbólica”, que é o “colonialismo cognitivo” na antropologia de De Martino.

 

"Hoje, mais uma vez, só nós estamos certos, e o mundo inteiro está errado. Os árabes, os russos, os africanos, o Vaticano a oferecer suas percepções e conhecimentos acumulados sobre a ética do massacre. E os europeus. Embora nós apreciemos este meio século de democracia européia ocidental mais do que podemos apreciar os milênios anteriores da brutalidade européia, reconhecemos quem são, e o que fizeram, e o que isso significa para nós...( O texto intitulado "Nós estamos certos, Errado está mundo inteiro", foi escrito pelo rabino Dov Fischer, advogado e membro do Comitê das Relações Judaicas da Federação Judaica de Los Angeles-(Dov Fischer, Nós estamos certos, o mundo inteiro está errado, Forward (Nova Iorque, 2002) p. 11.-http://rabbidov.com/American Jews/wererightworldwrong.htm )

 

Enquanto que paralelamente deve ocorrer a supremacia(etnocentrismo) de um grupo dominante, elevado às alturas, intocável e impossível aos demais, o contrário(com relação ao outro,que não é dos seus) também deve ser trabalhado. 

 

O etnocentrismo origina e tem origem na xenofobia e suas características:

 

1-(O Outro) - em suas diversas formas)deve ser rejeitado, diminuído,desvalorizado e evitado.

2-O terrorismo da destruição dos outros, como podemos ver inclusive desde as atuações dos israelitas bíblicos e o deus Yavé aos terroristas modernos do sionismo israelita, na mesma terra(Palestina) apesar de milhares de anos terem se passado.

3- repressiva ação quanto à  assimilação dos outros

4-Específica xenofobia onde se faz presente uma “filosofia do apartheid” do desenvolvimento “em separado.

 

No livro de Isaías, lemos: "Os estrangeiros devem construir os teus muros, e seus reis serão os teus Ministros... Porque a nação e o reino que não te atender, perecerá... os filhos daqueles que te oprimirem se inclinarão perante ti, e todos os que te desprezarem se curvarão a teus pés... os estrangeiros devem ficar e alimentar teus rebanhos, e devem ser teus lavradores e vinhateiros... comerás a riqueza das nações e em suas riquezas te glorificarás."( Isaías 60:10-14; Isaías 61 5-6)

 

 

O etnocentrismo opõe-se, como contrário, ao etnoperiferismo, a doutrina que afirma que nenhuma cultura é central, ou superior às outras, são todas periféricas. Há um etnocentrismo relativista, como o etnocentrismo judaico religioso relativo ao mundo mítico expresso na  Bíblia ou na Torá e no Talmud, bem como o prático sionista que se resume assim: “Aceitamos as diferentes culturas de todos os povos do mundo, mas consideramo-nos superiores nos nossos valores democráticos de matriz judaica israelita, por isso intervimos militarmente na palestina.”

Isaac Deutscher se definiu com um judeu não-judeu, afirmando:

Se não é a raça, que é então que faz um judeu? Religião? Eu sou ateu. Nacionalismo judaico? Sou internacionalista. Dessa forma, em nenhum dos dois sentidos sou judeu. Sou judeu, entretanto, pela força da minha incondicional solidariedade aos perseguidos e exterminados. Sou judeu porque sinto a tragédia judaica como a minha própria tragédia; porque sinto o pulsar da história judaica; porque daria tudo que pudesse para assegurar aos judeus auto-respeito e segurança reais e não fictícios.(1)

Até para se declarar ateu e solidário com os árabes Deutscher precisa reafirmar fidelidade ao judaísmo?

 

 

Independentemente de ser sionista o judeu é etnocêntrico porque o judaísmo é etnocentrista em suas bases

 

A mensagem central das escrituras hebraicas é que os judeus são um povo divinamente "escolhido", uma única comunidade exclusiva e distinta do resto da humanidade. No livro de Deuteronômio, por exemplo, podemos ler: "Porque tu és o povo santo do Senhor teu Deus. O Senhor teu Deus te escolheu para ser o povo de sua possessão sobre todos os povos que existem na face da terra."( Deuteronômio 7:6 e 14:2.)

 

Como podemos ver, este trecho acima, resume praticamente toda ideologia etnocêntrica do judaísmo que ninguém ousou renegar, nem antes nem depois do sionismo moderno. Embora haja a tentativa de se evitar críticas ao judaísmo, em se criando uma versão mais universalista, onde o discurso além de mostras distante da prática, não convence porque é uma ação tardia no sentido de moderna e impregnada de conceitos cristãos, além do que é totalmente inconsistente com as bases do judaísmo que já se inicia auto-intitulando exclusivo, superior, monárquico, único e credenciado intérprete e intermediador( entre o céu e a Terra), como porta-vozes de um deus ditador, xenofóbico,vingativo e como “povo” tutor dos demais(não judeus). 

 

Poderíamos até acreditarmos num real(e não apenas literário e utópico) judaísmo humanista, se considerarmos que Yavé também mudou na medida que os tempos e os valores das sociedades idem, além de observarmos na prática o abandono da leitura ritual e a retirada dos textos dos livros ditos “sagrados” as suas passagens absolutamente nada humanistas. Muitas pessoas, geralmente  preferem histórias agradáveis às desagradáveis verdades, e prefere acreditar no que é mais fácil e confortável acreditar. Essa é a razão pela qual a maioria de nós prefere pensar que todas as religiões compartilham valores comuns de fundo humanista, e que todas aspiram, cada uma à sua maneira, a mesma verdade suprema. Mas a mensagem do judaísmo, e seus ensinamentos não são destinados a todas as pessoas. A sua moralidade não é universal. Judaísmo é uma religião de um só e determinado povo. A religião judaica é baseada não em uma relação entre Deus e a humanidade, mas sim em um "pacto", ou contrato, entre Deus e um povo "escolhido".

 

Em  Deuteronômio,no capítulo XX podemos ler:

"Quando tu te aproximares de uma cidade para lutar contra ela, oferece condições de paz. E se a resposta for de paz, ela se abrirá, e então todas as pessoas que lá estiverem devem ser forçadas trabalhar para ti e a te servir. Mas se a resposta não for de paz, e fizerem guerra contra ti, então deves cercá-la, e quando o Senhor teu Deus a der em tua mão, deves passar todos os homens pela a espada, mas as mulheres e os mais pequenos, o gado e tudo o resto da cidade, todo o despojo, tu tomarás como presa, e deverás apreciar o espólio de teus inimigos, que o Senhor teu Deus te der... Mas nas cidades desses povos que o Senhor teu Deus te der como herança, não deves deixar vivo nada que respire, e deves destruí-los totalmente."

 

Ainda no livro de Josué  8: 24-27, podemos ler:

 

"Quando Israel tinha acabado o abate de todos os habitantes do Ai, no deserto aberto onde os perseguiu, e depois que o último já tinha caído pelo fio da espada, todo o Israel voltou a Ai e atacou-a com a ponta da espada. O total dos que caíram naquele dia, tanto homens, como mulheres, foi doze mil – todo o povo de Ai – Josué não recuou a mão com a qual lançou a espada, até destruir totalmente todos os habitantes de Ai. Só os animais e os despojos daquela cidade, Israel tomou como sua presa, segundo a palavra do Senhor que a tinha dito a Josué. Assim Josué queimou toda a Ai, e tomou para sempre as ruínas, como ainda estão até hoje."

 

Ao contrário do que nos tentam convencer, a discriminação e a xenofobia dos judeus para com os não-judeus chamados pejorativamente de goym, não é um produto do sionismo, mas alimentados por motivações religiosas, como podemos ver em seus livros sagrados e em seus discursos, e são exatamente o equivalente em sentido oposto ao anti-semitismo. A diferença e por sorte dos judeus é que não existe uma ADL que criminalize o anti-goynismo.

(1) DEUTSCHER, Isaac. O judeu não-judeu e outros ensaios. Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, 1970, p. 49.

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Cai o poder da Igreja católica passando o bastão ao Evangelismo

O celibato é nada atrativo para aumentar o número de defensores do proselitismo católico o que colabora para o avanço do evangelismo e sua teocracia que já se aponta, porém a teologia da prosperidade e as promessas de curas milagrosas(cheio de "testemunhos" é que tem sido a grande ísca para os excluídos, os empobrecidos, os fracassados, os desesperados, os gananciosos e os narcisistas, etc...dois membros de minha família que eram católicos se converteram à igreja Batista que fez campanha intensiva na minha cidade para atraír comerciantes criando um programa de marketing e reuniões específicas voltadas para esse público com táticas e convites ao estilo maçônico(como meus familiares são comerciantes) foram atraídos pelo interesse na promessa de prosperidade financeira, também apresentados nos cultos com testemunhos, no resto é quase tudo igual na igreja católica, e é esse diferencial que garante o trunfo dos pastores e onde eles concentram todo o seu discurso neurolingüístico(PNL) em suas técnias de marketing religioso.
Porém não acredito em reforma na Igreja, quanto a queda do celibato, nem da intensificação na cobrança de dízimos pregando a teologia da prosperidade(a igreja ensina a resignação ao destino e ensina que pobreza é virtude,os evangélicos seguem o modelo judaico:pobreza é castigo, maldição, por não seguir fielmente a Deus) porque os caras(a elite sionista) que já a controlam(a Igreja- veja figuras abaixo) são os mesmos que controlam esse avanço dos evangélicos. Acredito que o objetivo da elite sionista seja exatamente detonar de vez o poder político da Igreja passando os cordéis(controle) das sombras ao poder dos evangélicos, fiéis escudeiros da elite sionista que já instalou uma teocracia em Israel. Como no Brasil é forte a tradição cristã, e nem tem tanto israelita existe assim(embora nossa elite seja 90% sionista ela representa menos de 1%)o controle ou a teocracia vai ser exercida indiretamente. Essa tática que você sugeriu de reforçar a Igreja para fortalecer o laicismo, é usada pela elite sionista em reforçar o avanço evangélico que tem duas vantagens(derruba o poder da Igreja no Brasil e inaugura uma teocracia(que é o sonho da elite judaico sionista no Brasil já que em Israel isso já foi conseguido). Na minha opinião é esse cenário que está por trás das cortinas desses bastidores.
Bom, a primeira imagem e para mostrar o quanto o governo brasileiro é afinado com a elite sionista(é ela que exerce o governo nos bastidores) a foto é da Dilma, o Lula e os membros mais poderosos dessa elite(e eles estão na posição do triângulo maçônico)(lembrete: a voz que sopra(conselheira) nos ouvidos da Dilma não é uma freira nem um padre da Igreja, também não é uma evangélica ou um pastor, é uma judia sionista-do Lula idem) a outra foto é de uma cerimônia numa sinagoga onde os rabinos comemoram o novo Papa da Igreja (parece que é só uma saudação amistosa e política, mas é muito mais do que isso(há tempos que a elite sionista global nomeia seus membros para Papa). Obs.o Papa atual já montou um museu do holoconto dentro de uma igreja, isso entre outras coisas não é só para puxa ro saco dos poderosos do planeta é para mostrar o quanto a elite cristã está afinada e controlada como representante dos interesses da elite sionista.
Quanto mais a igreja for retrógrada, quanto mais antipatia adquirir, mais ela será minguada e minada e esse é o grande objetivo. Para lançar o poder político evangélico é preciso minar o opositor(agora só de faixada), e controlar os dois polos é o que bem faz a elite sionista, que se tornou tão poderosa por sempre jogar nos dois times, financiar,endoçar e apoiar os dois lados de uma guerra. Quem acha que isso é teoria da conspiração,desconhece a realidade do cenário do poder no mundo inclusive no Brasil, e precisa assitir menos rede BOBO, e ler menos a revista Veja, porque eles alienam e emburrecem.
Anti acessora do Lula
Lula e Dilam afinado com o poder $$$$$$  sionista
Saul Alinsky-mentor de Obama
Nos EUA  curiosamente também são judeus sionistas os conselheiros do governo
 
 

Por tudo isso eu não acredito em uma "recuperação" da Igreja. Mas no aceleramento de seu fim da linha tão desejado pelos sionistas e seus trolls.
Por fim eu tenho uma visão um tanto pessimista e creio que por ser mais realista: Seguimos para uma teocracia , sim. E os únicos que poderiam evitá-la seriam os ateus organizados politicamente, (mas a maioria acredita que "blasfemar no facebook" é o bastante), e os católicos reagirem(mas eles estão há muito tempo alienados e condicionados à resignação).
A espada afiada do "espírito santo" vem aí !!!!!!!!!!!!!! Salve-se quem puder!

Dica basiquinha para quem quer saber quem é que manda no mundo, nos governos, dá as cartas ou joga no tabuleiro do poder, em qualquer cenário a regra é uma só: Siga o dinheiro e saberás quem está se beneficiando de fato

segunda-feira, 8 de abril de 2013

Raciologia Judaica- o conceito de raça pura nazi-sionista

muita semelhança do nazismo com o judaísmo...devo lembrar que as famílias alemãs mais poderosas do mundo desde os tempos da primeira guerra e da segunda guerra até hoje é judaica e sionista os Fuggers e os Rothichilds. O Nazismo foi financiado pela elite judaica(isso está amplamente documentado) e quero enfatizar que o conceito de raça pura também existe no judaísmo e é nesse ponto que essa religião se diferencia tanto de outras que supostamente tenham sido inspiradas por ela.
Há tempos eu pesquiso sobre isso e a ideologia que defende a raça pura sempre foi o coração do judaísmo. Dentro do judaísmo há uma série de restrições para que seja evitado o que eles chamam de assimilação, que tem significado de contaminação. Os guetos nem sempre foram espaços obrigatórios por preconceito como querem que acreditemos a propaganda da eterna vitimização, mas foram uma opção para se manterem a parte para evitar a assimilação. A endogamia é regra suprema não só mantida pela ideologia de raça pura mas para manter as redes de negócio entre os "irmaõs de fé e sangue".
A JDL(liga da defesa judia) dissemina racismo e intolerância,veja o texto que lá diz:que o casamento entre judeus e não-judeus e a assimilação ameaçam a sobrevivência judia,além de ser pior que o holocausto .Somente através da educação e orgulho judaicos que os judeus serão protegidos destas forças corruptoras e incidiosas. O texto prossegue onde o ateísmo é visto como uma ameça pernicosa aos judeus. E por faí vai.... Agora eu pergunto: judeu é raça? Judaísmo não é uma religião? Existe raça pura? E pra não achar que essa crença intolerante onde os judeus cometem o absurdo de confundir raça com religião, que não fica só na cabeça de rabinos vou postar:
As palavras da deputada Miri Egev do Likud(Israel):negros africanos são "um câncer na sociedade israelense". Effi Eitan, também se referiu aos árabes como um "cancer" em Israel.
Danny danon também do Likud:"Precisamos expulsar os infiltrados de Israel". (ele se refereaos imigrantes, e devemos lembrar da choradeira sem fim dos judeus pelo mundo em "eterna diáspora", quanta hiporcrisia e falsidade!
Israel é uma teocracia , é um "reino" brutal sangrento e racista igualzinho ao seu verdadeiro e antigo reino de origem , o reino Khazar.
Agora as palavras de um conceituadíssimo cientista político dos EUA (Charles Murray) também sionista que endossou o que falou o Watson o famoso geneticista sionista ganhador do nobel de medicina(James Watson) falou e abaixo em seguida coloco . Ambos em pleno mundo moderno e onde há tantas campanhas para se acabar com o racismo o preconceito e a discriminação, cuja principal fonte é a crença nessa supremacia racial, nas palavras de dois sionistas a ideologia de supremacia racial judaico nazi-sionista está bem viva:
Em entrevista à Folha Charles Murray disse que a genética seria uma das explicações para a inteligência superior dos judeus.
Folha: O sr.acaba de escrever um texto em que defende que judeus são mais inteligentes que o resto, que têm QI maior. Isso não é racismo ao contrário?
Devo lembrar que a Folha é judaico sionista e reparem que até o repórter também acha que judeu é raça,por isso ele diz"racismo ao contrário".
Murray:(risos) A questão de por que os judeus têm uma inteligência média maior do que as outras pessoas é fascinante e ainda não muito clara, mas a explicação principal tem de ser genética.
Quem duvida de que se algum gentio ou goy(não judeu) tivesse dito isso à Folha com relação aos judeus serem geneticamente inferiores o que teria acontecido com esse gentio?
E agora fecho com "chave de ouro" as palavras de James Watson, o nobel de medicina, a sua consepção de "inteligência superior": " todas as nossas políticas sociais são baseadas no fato de que a inteligência deles(negros) é igual à nossa, apesar de todos os testes dizerem que não.
Obs.:Ritler era um Rotschild( bastardo) mas era um deles, e o nazismo foi financiado pela elite judaica(o nazismo promovia a limpeza do sangue da nobreza judaica, assim como se repete em Israel, livrando-se dos que eles consideram"contaminates", já lá na europa incluídos a lista os judeus pobres geralmente conversos espantando-os para irem ocupar a palestina.Obs.O capital da poderosa família judaica alemã Rothschild foi primordial para a fundação de Israel.
O Nazi-sionismo também defende uma crença racial de supremacia judaica.
um trecho de um artigo muito esclarecedor:Fugger, Rothschild, Rockefeller: banqueiros, os judeus, a guerra e óleo.(ler na íntegra e ver bibliografia:http://lacasaeuropa.blogspot.com.br/2009/04/fugger-rothschild-rocke...
Os Rothschilds de Frankfurt

En 1744 nace, en Frankfurt del Maine, Meyer Amschel (Anselmo) Rothschild , banquero judío alemán y agente de la corte de Hesse-Cassel. Nascido em 1744, em Frankfurt Maine, Meyer Amschel (Anselmo) Rothschild, banqueiro judeu alemão e agente do tribunal de Hesse-Cassel. Falleció en 1812, tras haber financiado a los absolutistas y contrarevolucionarios, amasando una inmensa fortuna, como los Krupp y los Armstrong , con la producción y venta de armas y la financiación de los absolutismos y las guerras coloniales en todo el mundo. Ele morreu em 1812, depois de ter financiado os absolutistas e contra-revolucionários, acumulando uma enorme fortuna, como Krupp e Armstrong, com a produção e venda de armas e ao financiamento do absolutismo e as guerras coloniais em todo o mundo.
Los Krupp habían conseguido fabricar el primer cañón pesado fundido en una sola pieza en 1847. A Krupp tinha conseguido fabricar o primeiro canhão pesado no elenco de uma peça em 1847. Guillermo II concedió a Gustav Krupp el título de barón von Bohlen und Halbach y se hizo llamar, con su licencia, Krupp von Bohlen. William II concedeu o título de Gustav Krupp von Bohlen und Halbach Barão e chamou a si mesmo, com sua licença, Krupp von Bohlen. Tomó el control de la empresa y obtuvo el monopolio del armamento pesado durante la I Guerra Mundial y, después de 1933, fue uno de los principales financiadores del nazismo y el III Reich de Adolf Hitler. Assumiu o controle da empresa e obteve o monopólio das armas pesadas durante a Primeira Guerra Mundial e, depois de 1933, foi um dos principais financiadores do nazismo e do Terceiro Reich de Adolf Hitler. Sus fábricas se nutrieron de mano de obra esclava, como Siemens y otras. Suas fábricas foram alimentadas trabalho escravo, como Siemens e outros.

Los hijos de Amschel Rothschild abrieron negocio bancario en las principales sedes europeas: Os filhos de Amschel Rothschild abriu negócio bancário nos principais locais da Europa:
Amschel Rothschild (1773-1855) heredó la de Frankfurt, hasta 1901. Amschel Rothschild (1773-1855) herdou a Frankfurt até 1901.
Salomon (1774-1855) fundó la de Viena, desaparecida en 1931. Salomon (1774-1855) fundou a Viena, desapareceu em 1931.
Nathan, el mejor preparado y más hábil, se instaló en Londres, donde fundaría el Grupo Royal Dutch Shell y llegaría a fijar los precios de un petróleo que su familia monopolizaba en Europa, y los Rockefeller en América . Nathan, melhor preparado e mais qualificado, ele se estabeleceu em Londres, onde fundou a Royal Dutch Shell Group e preços que uma família monopolizado petróleo na Europa, e os Rockefellers na América.
Entre ambas familias, casualmente judías, acaparaban el petróleo mundial, ya en 1900. Entre as duas famílias, judeus casualmente, monopolizado petróleo do mundo em 1900.
Karl (1788-1855) abrió una rama en Nápoles y James (1792-1868), en París. Karl (1788-1855) abriu uma filial em Nápoles e James (1792-1868), em Paris.
El hijo más joven, Edmond, del Rothschild francés, James, era considerado el experto en petróleo de la familia. O filho mais novo, Edmond, o francês Rothschild, James, foi considerada a família especialista em petróleo. Edmond se reunió con Theodor Hertzl para tratar sobre la financiación de la inmigración judía masiva a Palestina, en 1896 . Edmond Theodor Herzl se reuniram para discutir o financiamento da imigração judaica em massa para a Palestina, em 1896. Hertzl buscó la ayuda de Rothschild en la financiación de esta inmigración masiva. Herzl procurou a ajuda de Rothschild financiamento deste imigração massiva.
Rothschild era, con mucho, la fuente más importante de financiación para los acuerdos judíos en Palestina . Rothschild era de longe a mais importante fonte de financiamento para os judeus na Palestina acordos.

Tras un préstamo al gobierno de Fernando VII, el traidor del paletón, los Rothschild consiguieron, como antes los Fugger, el arrendamiento de las minas de Almadén , teniendo la exclusiva de la venta en el mercado exterior hasta 1922. Depois de um empréstimo ao governo de Fernando VII, o traidor do bit, o Rothschilds foram capazes, como antes da Fugger, leasing Almaden minas, tendo o direito exclusivo de vender no mercado externo até 1922.
En 1815 el emperador austríaco les titulaba como barones. Em 1815, o imperador austríaco e barões tinham direito.
En 1856 fundaron la Sociedad española mercantil e industrial , y fueron creadores y partícipes principales en la crisis europea y española que siguió a la inversión en carreterras y ferrocarriles, muy por encima de los precios, las posibilidades y las necesidades reales de las poblaciones, que aconteció en el período anterior a la 1ª República española, y que llevó a la ruina los restos de una España expoliada por dinastías de tiranos extranjeros, con las guerras de Filipinas y Cuba. Em 1856, eles fundaram a Sociedade Espanhola comercial e industrial, e foram os criadores e principais interessados ​​na crise que se seguiram investimento europeu e espanhol em carreterras e ferrovias, bem acima das taxas, as necessidades potenciais e reais das populações que aconteceu no período antes da primeira República espanhola, e que levou à ruína do resto da Espanha saqueada por dinastias estrangeiras tiranos, com as guerras das Filipinas e Cuba.
Almadén es hoy inglesa, de la corporación Canberra, ya punto de ser adquirida mayoritariamente (18%) por Chinalco, de la República Popular China. Almaden é agora Inglês corporação Canberra, e prestes a ser adquirido principalmente (18%) por Chinalco, a República da China.

En 1873, en Berlín, se repite lo sucedido en París en 1867 y muchas veces ya en Londres: Em 1873, em Berlim, repetindo o que aconteceu em Paris em 1867 e muitas vezes desde em Londres:
La desmedida especulación acabó en hundimiento general. "A especulação excessiva em colapso geral terminou. Las compañías quebraron por centenares; las acciones de las que se mantenían fueron invendibles; el desastre era total ”. Falir empresas por centenas, as ações que permaneceram foram invendável, o desastre foi completo ".
Y los Rothschild, los Rockefeller y demás grandes especuladores, los mismos que habían cortado la financiación brusca y coordinadamente, obligando al cierre de empresas, se las adueñaron casi gratiencerramento de empresas, eles apreenderam quase livre, logo que incredably na Europa, Ásia, África e América. s, como de cuanto les apeteció en Europa, Asia, África y América. E os Rothschilds, os Rockefellers e outros grandes especuladores, que cortá-los afiados e coordenada financiamento, forçando o encerramento de empresas, eles apreenderam quase livre, logo que incredably na Europa, Ásia, África e América. "
Agora dá pra começar a entender o papel tão importante que tem uma religião como ferramenta de controle mental e social para fins políticos em prol do interesse finançeiro. Dizem que o cristianismo é religião de escravos, miseráveis e pobres, mas por tudo o que vemos o judaísmo é religião de banqueiros!!!!!!!!!!!!??????Viva a usura!!!!!!!!??????Viva a "raça pura" judaica!!!!!!!!!!!!!Viva a "raça mais inteligente" do mundo!!!!!!!!Que é a mais intolerante e preconceituosa também, hurulllll !!!!!!!!!

quinta-feira, 4 de abril de 2013

PEC99 em nome da Laicidade Constitucional

Não podemos  ficar de braços cruzados e assistirmos uma  teocracia cristã evangélica acorrentar a liberdade em outra crença assim como a liberdade de não crença .
Amigos na descrença nesta teocracia que nos ameaça, colaborem assinando a petição que recusa a PEC 99.

Visitem o site da Liga Humanista e Secular do Brasil
 http://www.ligahumanista.org.br

quinta-feira, 28 de março de 2013

Israel e o ocidente financiam rebeldes

 
Many westerners believe that the Arab Spring happened because western governments have told them these 3 countries,(Syria, Egypt and Libya), want their rights. However sometimes even seeing is not believing. On tonight's chapter of 'Genocide' we go
through the minimum 10 year buildup to the 'peaceful protests'. You won't find any sound bites here, no one liners, no fake controversy. Yes, you'll only see people and hear the words straight from their mouth as western governments from North America to the United Kingdom announce they will take the middle east by force if necessary.
"A Recipe For Genocide Chapter 3 - Terrorists And Takfiris"
Yes friendly TVU Viewers, it's a little late. But you know what they say.....
you can't squeeze rocks from lemon juice
 
Foi para praticar genocídio, roubar terras, construir muro do apartheid que os judeus conspiraram tanto e choraram tanto para fundarem o estado teocrático e nazi-fascista de Israel?

quarta-feira, 27 de março de 2013

Chega de fundamentalistas na política e chega de privilégios às igrejas Fim da isenção de impostos Chega desse circo de palhasádicos

Bancada Evangélica: a mais ausente, inexpressiva e corrupta de todas




Dados do Transparência Brasil indicam que:
1) Da bancada evangélica, todos os deputados que a compõe respondem processos judiciais;
2) 95% da referida bancada estão entre os mais faltosos;
3) 87% da referida bancada estão entre os mais inexpressivos do DIAP;
4) Na última década não houve um só projeto de expressão, ou capaz de mudar a realidade do país, encabeçado por um parlamentar evangélico.

Assembleia de Deus
1 Hidekazu Takayama – PSC/PR
TRF-1 (Seção Judiciária do Distrito Federal) – Processo 0031294-51.2004.4.01.3400 – de Ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal. STF – Inquérito nº 2652/ 2007 – Inquérito apura crimes contra a ordem tributária, estelionato e peculato.
2 – Sabino Castelo Branco – PTB/AM
STF – Processo nº 538 – Réu em ação penal movida pelo Ministério Público Federal por peculato.
STF – Inquérito nº 2940 – É alvo de inquérito que apura crimes contra a ordem tributária. TSE –
Processo nº 504786.2010.604.0000 – É alvo de recurso contra expedição de diploma apresentado pelo Ministério Público Eleitoral por abuso de poder econômico e uso indevido de meio de comunicação social.
TSE – Processo nº 874.2011.604.0000 – É alvo de representação movida pelo MPE por captação ou gasto ilícito de recursos financeiros de campanha eleitoral.
TRE-AM – Processo nº 90095.2002.604.0000 – Teve reprovada prestação de contas referente às eleições de 2002.
TRE-AM – Processo nº 424843.2010.604.0000 – Teve reprovada prestação de contas referente às eleições de 2010.
TRE-AM – Processo nº 485034.2010.604.0000 – É alvo de representação movida pelo MPE.TRF-1 Seção Judiciária da Amazônia – Processo nº 0001172-68.2007.4.01.3200 – É alvo de ação de execução fiscal movida pela Fazenda Nacional.
TJ-AM Comarca de Manaus – Processo nº 0039972-21.2002.8.04.0001 – É alvo de ação civil pública movida pelo Ministério Público Estadual.
3 – Ronaldo Nogueira – PTB/RS
TCE-RS (processo 008255-02.00/ 08-2) – Irregularidades na gestão da Câmara de Carazinho.
TCE-RS (processo 001084-02.00/ 01-0) – Idem. TCE-RS (processo 010264-02.00/ 00-4) – Idem.
4 – João Campos de Araújo – PSDB/GO
TRF-1 (Seção Judiciária do Distrito Federal – processo 0031294-51.2004.4.01.3400 – É alvo de ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal.
5 – Costa da Conceição Costa Ferreira – PSC/MA
TRF-1 (Seção Judiciária do Distrito Federal) – processo 0031294-51.2004.4.01.3400 – É alvo de ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal.
É alvo de ações de execução fiscal movidas pelo município de São Luís:
TJ-MA Comarca de São Luís – Processo nº 7092-32.2007.8.10.0001.
TJ-MA Comarca de São Luís – Processo nº 1793-35.2011.8.10.0001
6 – Antônia Luciléia Cruz Ramos Câmara – PSC/AC
TRE-AC – processo 497/ 2002 – Teve reprovada a prestação de contas referente às eleições de 2002. É alvo de ações penais movidas pelo Ministério Público por crimes eleitorais (peculato/captação ilícita de votos ou corrupção eleitoral).
STF – processo 585. STF – Processo nº 587. TRE-AC – processo 177708/ 2010
– É alvo de inquéritos que apuram crimes eleitorais e contra a administração em geral:
STF – inquérito 3083, TRE-AC – Inquérito 245, STF – Inquérito nº 3133.
É alvo de ações de investigação judicial eleitoral por abuso de poder econômico:
TRE-AC – processo 142143/ 2010, TRE-AC – processo 178782/ 2010, TRE-AC – processo 142835/2010 . É alvo de representações movidas pelo MPE por captação ilícita de sufrágio e/ ou captação ou gasto ilícito de recursos financeiros de campanha eleitoral: TRE-AC – processo 180081/ 2010, TRE-AC – processo 194625/ 2010 e TRE-AC – processo 142058/ 2010
7 – Cleber Verde Cordeiro Mendes – PRB/MA
STF – processo 497/2008 – É alvo de ação penal movida pelo Ministério Público Federal por crimes praticados contra a administração em geral (inserção de dados falsos em sistema de informações).
TRE-MA – processo 603979.2010.610.0000 – É alvo de ação de investigação judicial movida pelo Ministério Público Eleitoral por uso de poder político e conduta vedada a agentes públicos.
8 – Nilton Baldino (Capixaba) – PTB/RO
STF – Processo nº 644 – Acusado de envolvimento com a máfia das ambulâncias, é réu em ação penal movida pelo Ministério Público Federal por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.
TRF-1 Seção Judiciária do Distrito Federal – Processo nº 0031294-51.2004.4.01.3400 – É alvo de ação civil pública movida pelo MPF.
TRF-1 Subseção Judiciária de Ji-Paraná – Processo nº 0000432-26.2007.4.01.4101 – É alvo de ação de improbidade administrativa movida pelo MPF por envolvimento com a máfia das ambulâncias.
9 – Silas Câmara – PSC/AM
STF – inquérito 2005/2003 – É alvo de inquérito que apura peculato e improbidade administrativa.
STF – inquérito 3269 e STF – inquérito 3092 – É alvo de inquéritos que apuram crimes eleitorais.
TRF-1 Seção Judiciária da Amazônia – processo 0004121-02.2006.4.01.3200 – É alvo de ação de improbidade administrativa movida pelo Ministério Público Federal.
É alvo de representação e ações de investigação judicial movidas pelo Ministério Público Eleitoral por captação ilícita de sufrágio e abuso de poder econômico:
TRE-AC – processo 180081.2010.601.0000,
TRE-AC – processo 142835.2010.601.0000,
TRE-AC – processo 178782.2010.601.0000,
TRE-AM – processo 73203919.2005.604.0000
- O PTB teve reprovada a prestação de contas referente ao exercício financeiro de 2004, quando o parlamentar era ordenador de despesas do partido em nível estadual.
10 – José Vieira Lins (Zé Vieira) – PR/MA
É alvo de inquéritos que apuram crimes de responsabilidade, peculato e sonegação de contribuição previdenciária:
STF – inquérito 3051, STF – inquérito 3078, STF – inquérito 2945, STF – inquérito 2943, STF – Inquérito 3047.
É alvo de ações civis públicas, inclusive de improbidade administrativa, movidas pelo Ministério Público e pelo município de Bacabal:
TRF-1 Seção Judiciária do Maranhão – processo 0005980-37.2008.4.01.3700, TJ-MA Comarca de Bacabal – processo 378-16.2009.8.10.0024, TJ-MA Comarca de Bacabal – processo 1771-15.2005.8.10.0024, TJ-MA Comarca de Bacabal – processo 279-56.2003.8.10.0024.
É alvo de ações de execução movidas pela Fazenda Nacional — por exemplo: TRF-1 Subseção Judiciária de Bacabal – processo 0000629-69.2011.4.01.3703, TRF-1 Subseção Judiciária de Bacabal – processo 693-79.2011.4.01.3703, TRF-1 Subseção Judiciária de Bacabal – processo 0000908-55.2011.4.01.3703, TJ-MA Comarca de São Luís – Processo 6007-40.2009.8.10.0001.
Foi responsabilizado por irregularidades em convênios e aplicação de recursos e teve contas reprovadas: TCU – Acórdão 5659/ 2010, TCU – Acórdão 3577/2009, TCU – Acórdão 3282/2010, TCU – Acórdão 2679/2010, TCU – Acórdão 749/2010, TCU – Acórdão 1918/ 2008 (teve o nome incluído no TCU – Cadastro de responsáveis com contas julgadas irregulares). TCU – Acórdão 801/ 2008 (teve o nome incluído no TCU – Cadastro de responsáveis com contas julgadas irregulares). TCE-MA – processo 2600/1999 e TCE-MA – processo 3276/2005.
11 – Marcelo Theodoro de Aguiar – PSC/SP
TRE-SP – Processo 1077244.2010.626.0000 – Teve reprovada prestação de contas referente às eleições de 2010.
Igreja Presbiteriana
1 – Leonardo Lemos Barros Quintão – PMDB/MG
STF – Inquérito nº 2792 – É alvo de inquérito que apura crimes eleitorais.
TJ-MG Comarca de Belo Horizonte – Processo nº 5034047-88.2009.8.13.0024
– É alvo de ação de improbidade administrativa movida pelo Ministério Público Estadual.
2 – Edmar de Souza Arruda – PSC/PR
STF – inquérito 3307 – É alvo de inquérito que apura crimes contra o meio ambiente e o patrimônio genético.
3 – Edson Edinho Coelho Araújo (Edinho Araújo) – PMDB/SP
STF – Inquérito nº 3137 – É alvo de inquérito que apura crimes previstos na lei de licitações.
TJ-SP Comarca de São José do Rio Preto – Processo 576.01.2009.043791-5 – É alvo de ação de execução fiscal movida pela Fazenda estadual. É alvo de ações de improbidade administrativa movidas pelo Ministério Público Estadual: TJ-SP (segunda instância) – processo 9035424-43.2006.8.26.0000, TJ-SP (Comarca de São José do Rio Preto) – Processo nº 576.01.2010.062759-8. O TCE-SP julgou irregulares processos licitatórios e contratos firmados pela prefeitura de São José do Rio Preto: TCE-SP – processo 2832/008/04, TCE-SP – processo 313/008/02, TCE-SP – processo 2432/008/07
4 – Benedita Souza da Silva Sampaio – PT/RJ
TRF-1 Seção Judiciária do Distrito Federal – Processo 0031294-51.2004.4.01.3400 – É alvo de ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal.
É alvo de ações de improbidade administrativa: TJ-RJ (Comarca do Rio de Janeiro) – processo 0040421-83.2007.8.19.0001, TJ-RJ (Comarca do Rio de Janeiro) – processo 0050419-80.2004.8.19.0001 e TJ-RJ (Comarca do Rio de Janeiro) – processo 0372416-70.2009.8.19.0001.
5 – Anthony William Garotinho Matheus De Oliveira (Anthony Garotinho) – PR/RJ
É alvo de inquéritos que apuram crimes eleitorais:
STF – Inquérito 2601/2007,
STF – inquérito 2704/2008,
TRF-2 (Seção Judiciária do Rio de Janeiro – Processo nº 2008.51.01.815397-2
– É réu em ação penal referente à máfia dos caça-níqueis e movida pelo Ministério Público Federal por lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, corrupção e crimes contra a administração pública. Chegou a ser condenado a dois anos meio de prisão. A pena foi convertida em prestação de serviços e suspensão de direitos.
É alvo de ações de improbidade administrativa:
TJ-RJ Comarca de Nova Iguaçu – processo 0026769-53.2005.8.19.0038,
TJ-RJ Comarca de São Fidelis – processo º 0000249-07.2011.8.19.0051,
TJ-RJ Comarca do Rio de Janeiro – processo 0050419-80.2004.8.19.0001,
TJ-RJ Comarca de Campos dos Goytacazes – processo 0011729-64.2009.8.19.0014,
TJ-RJ Comarca do Rio de Janeiro – processo 0040380-19.2007.8.19.0001,
TJ-RJ Comarca do Rio de Janeiro – processo 0040412-24.2007.8.19.0001, TJ-RJ Comarca do Rio de Janeiro – processo 0039456-08.2007.8.19.0001,
TJ-RJ Comarca do Rio de Janeiro – processo 0064717-67.2010.8.19.0001,
TJ-RJ Comarca do Rio de Janeiro – processo 0183480-95.2008.8.19.0001,
TRE-RJ – processo 764689.2008.619.3802
- Em ação judicial eleitoral, foi condenado por abuso de poder econômico e uso indevido de veículo de comunicação social. A Justiça decretou inelegibilidade.
Igreja Universal do Reino de Deus
1 – José Heleno da Silva – PRB/SE
É alvo de ações de improbidade administrativa movidas pelo Ministério Público Federal:
TRF-5 Seção Judiciária de Sergipe – processo 0005364-36.2010.4.05.8500,
TRF-5 Seção Judiciária de Sergipe – processo 0005511-67.2007.4.05.8500 (Acusado de envolvimento com a máfia das ambulâncias),
TRF-1 Seção Judiciária de Mato Grosso – processo 0015233-58.2008.4.01.3600
– É alvo de medidas investigatórias referentes à máfia das ambulâncias e conduzidas pelo Ministério Público Federal.
O TRE reprovou as prestações de contas do PL referentes aos exercícios financeiros de 2003 e de 2005, quando o parlamentar era dirigente do partido em nível regional:
TRE-SE – processo 34792.2004.625.0000,
TRE-SE – processo 438664.2006.625.0000
2 – Vitor Paulo Araújo dos Santos – PRB/RJ
STF – processo 592 – É réu em ação penal movida pelo Ministério Público por crimes eleitorais.
3 – Antonio Carlos Martins de Bulhões – PRB/SP
STF – inquérito 2930/ 2010 – É alvo de inquérito que apura peculato.
TRF-3 Seção Judiciária de São Paulo – Processo 0044601-82.2002.4.03.6182 – É alvo de ação de execução fiscal movida pela Fazenda Nacional.
TRF-3 Seção Judiciária de São Paulo – Inquérito 0005062-78.2003.4.03.6181 – É alvo de inquérito que apura apropriação indébita e crimes contra o patrimônio.
4 – Jhonatan Pereira de Jesus – PRB/RR
TRE-RR – processo 229176.2010.623.0000 – Teve reprovada a prestação de contas referente às eleições de 2010.
Igreja Do Evangelho Quadrangular
1 – Jefferson Alves de Campos – PSB/SP
TRF-1 Seção Judiciária do Distrito Federal – processo 0031294-51.2004.4.01.3400 – É alvo de ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal.
É alvo de ações de improbidade administrativa movidas pelo MPF por envolvimento com a máfia das ambulâncias:
TRF-3 Seção Judiciária de São Paulo – processo 0004928-22.2011.4.03.6100, TRF-3 Subseção Judiciária de Santos – processo 0000249-06.2007.4.03.6104
2 – Mário de Oliveira – PSC/MG
TRE-MG – Processo 60069.2011.613.0000 – É alvo de inquérito que apura crime eleitoral.
STF – inquérito 2727 – É alvo de inquérito que apura crimes de responsabilidade, contra a ordem tributária e previstos na lei de licitações, além de formação de quadrilha, falsidade ideológica, estelionato e lavagem ou ocultação de bens, direitos ou valores.
3 – Josué Bengtson – PTB/PA
TRF-1 Seção Judiciária do Pará – rocesso 3733-02.2007.4.01.3900 – É alvo de ação de improbidade administrativa movida pelo Ministério Público Federal.
TRF-1 Seção Judiciária de Mato Grosso – processo 0004032-69.2008.4.01.3600 – Acusado de envolvimento com a máfia das ambulâncias, é alvo de medidas investigatórias conduzidas pelo MPF por crimes previstos na lei de licitações.
Igreja Internacional da Graça
1- Rodrigo Moreira Ladeira Grilo – PSL/MG
2 – Jorge Tadeu Mudalen – DEM/SP
TRF-1 Seção Judiciária do Distrito Federal – Processo 0031294-51.2004.4.01.3400 – É alvo de ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal.
Igreja Mundial do Poder de Deus
1 – José Olímpio Silveira Moraes (missionário José Olímpio) – PP/SP
TJ-SP Comarca de São Paulo – Processo 0424086-16.1997.8.26.0053 – É alvo de ação civil pública movida pelo Ministério Público Estadual.
TJ-SP Comarca de Itu – processo 286.01.2009.514728-4 – É alvo de ação de execução fiscal movida pelo município de Itu.
2 – Francisco Floriano de Souza Silva – PR/RJ
TJ-RJ Comarca do Rio de Janeiro – processo 0139394-68.2010.8.19.0001 – É réu em ação penal movida pelo Ministério Público Estadual por lesão corporal decorrente de violência doméstica.
Igreja Metodista
1 – Walney Da Rocha Carvalho – PTB/RJ
STF – Processo 627 – É alvo de ação penal movida pelo Ministério Público Federal por corrupção passiva.
TRE-RJ – Processo nº 197118.2002.619.0000 – Teve reprovada prestação de contas referente às eleições de 2002.
É alvo de ações de execução fiscal movidas pelo município de Nova Iguaçu e pela Fazenda Nacional — por exemplo: TRF-2 Seção Judiciária do Rio de Janeiro – processo 0000562-61.2010.4.02.5110, TJ-RJ Comarca de Nova Iguaçu – processo 0112599-45.2009.8.19.0038, TJ-RJ Comarca de Nova Iguaçu – processo 0083231-88.2009.8.19.0038
2 – Áureo Lidio Moreira Ribeiro – PRTB/RJ
É alvo de ações de execução fiscal movidas pela Fazenda Nacional e pelo município de Duque de Caxias:
TRF-2 Seção Judiciária do Rio de Janeiro – processo 0000153-61.2005.4.02.5110,
TJ-RJ Comarca de Duque de Caxias – Processo nº 0005413-58.2002.8.19.0021.
Igreja Nova Vida
1 – Washington Reis de Oliveira – PMDB/RJ
STF – processo 618 – É alvo de ação penal movida pelo Ministério Público Federal por crimes contra o meio ambiente e o patrimônio genético e formação de quadrilha.
STF – inquérito 3192 – É alvo de inquérito que apura crimes eleitorais. É alvo de ações civis públicas, inclusive de improbidade administrativa, movidas pelo Ministério Público:
TRF-2 Seção Judiciária do Rio de Janeiro – Processo 0007523-23.2007.4.02.5110, TRF-2 Seção Judiciária do Rio de Janeiro – processo 0008324-65.2009.4.02.5110, TRF-2 Seção Judiciária do Rio de Janeiro – Processo 0003813-92.2007.4.02.5110 (Foi condenado por improbidade administrativa, pois não houve divulgação de recursos recebidos pela prefeitura de Duque de Caxias. A Justiça determinou a suspensão dos direitos políticos, a proibição de contratar com o poder público ou receber benefícios/ incentivos fiscais ou creditícios e o pagamento de multa).
É alvo de ações de execução fiscal movidas pela Fazenda Nacional e pelo município de Duque de Caxias — por exemplo:TRF-2 Seção Judiciária do Rio de Janeiro – processo 0004113-83.2009.4.02.5110, TRF-2 Seção Judiciária do Rio de Janeiro – processo 0004857-78.2009.4.02.5110, TJ-RJ Comarca de Duque de Caxias – processo 0223580-32.2008.8.19.0021, TJ-RJ Comarca de Duque de Caxias – processo 0223582-02.2008.8.19.0021, TRE-RJ – processo 386718.2010.619.0000
– É alvo de ação de investigação judicial movida pelo Ministério Público Eleitoral por abuso de poder econômico. TRE-RJ – processo 772.2011.619.0000
- É alvo de representação movida pelo MPE por captação ou gasto ilícito de recursos financeiros de campanha eleitoral. TRE-RJ – Processo 674343.2010.619.0000
- É alvo de representação movida pelo MPE por conduta vedada a agente público. TCE-RJ detectou irregularidades e emitiu pareceres contrários à aprovação das contas referentes à administração financeira da prefeitura de Duque de Caxias: TCE-RJ – Processo 203.163-8/10. TCE-RJ – processo 206.291.7/09
Igreja Cristã Evangélica
1 – Iris de Araújo Resende Machado – PMDB/GO
TRE-GO – Processo nº 999423170.2006.609.0000 – Teve rejeitada prestação de contas referente às eleições de 2006.
Congregação Cristã no Brasil
1 – Bruna Dias Furlan – PSDB/SP
É alvo de representações movidas pelo Ministério Público Eleitoral por conduta vedada a agentes públicos: TRE-SP – processo 15170.2010.626.0199, TRE-SP – processo 1949115.2010.626.0000
Igreja Sara Nossa Terra
1 – Eduardo Cosentino da Cunha – PMDB/RJ
STF – inquérito 2984/ 2010 – É alvo de inquérito que apura uso de documento falso. STF – inquérito 3056
– É alvo de inquérito que apura crimes contra a ordem tributária. TRF-1 Seção Judiciária do Distrito Federal – processo 0031294-51.2004.4.01.3400
– É alvo de ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal. TJ-RJ Comarca do Rio de Janeiro – processo 0026321-60.2006.8.19.0001
- É alvo de ação de improbidade administrativa movida pelo Ministério Público Estadual. TRE-RJ – processo 59664.2011.619.0000
– Alvo de representação movida pelo Ministério Público Eleitoral por captação ilícita de sufrágio. TRE-RJ – processo 9488.2010.619.0153
– Alvo de ação de investigação judicial eleitoral movida pelo MPE por abuso de poder econômico. TSE – processo 707/2007
– Alvo de recurso contra expedição de diploma apresentado pelo MPE por captação ilícita de sufrágio.
Com informações do site catolicas.org.br
 

terça-feira, 26 de março de 2013

ALTRUÌSMO


 
Essa questão sobre o altruísmo ou o modelo ideal do que se pensa ser uma pessoa altruísta é para mim, bastante relativa

 O altruísmo como máscara social por interesses do céu ou da Terra(benefícios políticos,financeiros ou as graças de um deus)

O altruísmo como “manifestação” do gene egoísta

O altruísmo como ideologia utópica

O altruísmo como tentativa de compensar as injustiças  sociais promovidas pelo sistema capitalista

 Há muita confusão na ética humana relacionada ao tipo e nível de altruísmo que seja digno da maior admiração: raça,família,nação,espécie,etc... A “filosofia” na ação altruísta em nossa sociedade quanto a promoção da igualdade na ajuda a alguém sem qualquer recompensa nem no céu nem na terra é uma utopia tanto dentro do universo mítico das religiões fundamentalistas por sua própria natureza excludente(minha religião é a verdadeira as outras são heresias, eu sou eleito de deus e escolhido,sirvo ao deus único e por isso sou superiror aos pagãos) quanto em nossa sociedade capitalista que do mesmo modo por sua própria natureza é excludente(divisão de classes,mais valia,acúmulo de riquezas, onde quem vale mais é quem tem mais). A própria presença do altruísmo já indica que há algo de muito errado ou injusto, ou que há uma enorme distância ou diferença entre o discurso e a prática do que se entende por justiça sócio-econômica e cultural, pois do contrário o altruísmo nem faria sentido . Faria algum sentido em se promover o altruísmo em uma sociedade sob um sistema justo?

Mas o altruísmo pode mesmo ser a melhor ferramenta de combate as injustiças?

Quando vejo religiosos pregando o altruísmo é no sentido de recompensa no céu e quando vejo agnósticos fazendo altruísmo é no sentido de ampliar o bem coletivo e de alguma forma também se beneficiar(pois vivemos em sociedade e estamos de uma forma ou de outra interconectados. No primeiro caso o altruísmo é egoísta e está diretamente envolvido em um cinismo, onde perante uma platéia se aproveitando de uma máscara social, que revela um sentimento de superioridade(veja eu estou tão bem que posso ajudar) pregando uma caridade vertical sob uma máscara moral que vem de cima para baixo sempre carregada de culpa, esse altruísmo cínico geralmente é o preferido não só dos políticos  mas  dos  sacerdotes do sistema-judaico-cristão,e cai por terra quando vemos os pedidos de $$$ nas igrejas, o patrimônio que elas acumulam e a vida opulenta dos seus sacerdotes, pra não falar no verdadeiro desfile de modas que pode ser observado nos trajes elegantes exibidos nos cultos, pra não falar nos carros elegantes tanto dos pastores quanto dos seus fiéis(que representam o seu status social exibido orgulhosamente).Ficando diante dessa realidade prática, sem sentido algum, depois de pregar o desapego às “coisas do mundo”; toda a sua “filosofia altruísta”.

Já no caso do altruísmo promovido por um agnóstico que não espera recompensa do céu, embora também seja egoísta, porque espera recompensa na Terra, ao menos é mais sincero ao se admitir que vivendo em sociedade, onde de alguma forma tudo está conectado, que de qualquer forma sedo ou tarde o bem que faz retorna para si. Embora neste caso esteja presente o “gene egoísta” ao menos não está presente o cinismo baseado na moralidade judaico-cristã nem se espera recompensas no céu, é uma preocupação social, administrativa , uma preocupação material e portanto bem mais realista e não é cínica( no sentido literal pois não prega o ascetismo e depois pede dízimo($$) nem cínica no sentido de esconder seu egoísmo pois admite e compreende que o bem que faz a outrem cedo ou tarde direta ou indiretamente voltará para si compreendendo as relações sociais. Estou praticamente admitindo que qualquer forma de alturísmo, o egoísmo está presente, mas que no caso do agnóstico não está ocultado no cinismo ascetista, ele é explícito ele é ação administrativa,e materialista reconhecido. Já no caso do altruísmo religioso provindo de uma concepção fundamentalista o egoísmo está disfarçado na máscara social de uma moralidade ascetista e de uma culpabilidade alicerçada no medo, e na espera egocêntrica de uma recompensa sob a aprovação divina .  Estamos diante de duas ações egoístas: uma  explícita e sincera e uma mascarada, falsa.

Penso que em vez de se fabricar campanhas para uma cultura do altruísmo para recompensar(mascarar) a exclusão gerada pelo modo capitalista, seria bem mais produtivo a melhor distribuição da riqueza,nunca vi um pastor dar seus bens a um mendigo, ao contrário eles vivem uma vida opulenta e sem trabalhar, nunca vi um dono de grande fortuna aprovar um imposto sobre ela para ajudar o estado a ter mais uma ferramenta no combater a desigualdade, nunca vi campanhas eficientes para uma  melhor distribuição dos alimentos(a verdadeira causa da fome no mundo e não a falta de produção de alimentos, também nunca vi um agro-industrial doar sua produção para aplacar a fome em uma favela. Portanto não acredito no discurso altruísta. Não acredito em campanhas que tentam compensar e mascarar as conseqüências do modo de vida capitalista, nem na tentativa dos porta vozes da elite global em desviar a atenção da massa ingênua ou emburrecida pela grande mídia e o sucateamento da educação, de que são as diferenças culturais os maiores causadores da exclusão, que embora estas últimas estejam presentes não são mais causadoras de exclusão do que o modo de produção capitalista e o seu mercado excludente, nem que é a falta de solidariedade ou a falta de altruísmo ou caridade o que causa as injustiças sociais tão simplesmente como um problema moral, mas é material, matemático, e perverso o capitalismo globalizante e o seu mercado excludente. É um verdadeiro disparate  ouvir da boca de capitalistas transnacionais e de fundamentalistas religiosos algo como igualdade, ambos  defendem “filosofias” e modo de vida excludentes, um produz os “hereges” e a excomunhão, o outro produz os miseráveis e a exclusão.

Não sou contra o altruísmo, propriamente dito,mas sou contra o cinismo sempre presente nele. Sou contra fazer uso político do altruísmo. Sou contra fazer uso do altruísmo para se promover o proselitismo religioso. Sou contra o uso do altruísmo para mascarar uma vaidade e diminuir uma culpabilidade.Sou contra o altruísmo cínico dos que pregam o ascetismo e na prática se banham nas delícias do materialismo do mundo capitalista justificando seus deleites como “prosperidade sagrada ou divina”(sirvo ao deus então ele me concede a prosperidade livre da ganância)como se houvesse um modo de acumular riqueza sem prejudicar alguém o que revela que ou se aliena e ignora que se vive no modo capitalista ou se acovarda conscientemente.

Se eu considerasse realmente os benefícios do altruísmo, como eficientes eu preferiria o administrativo(vivo conectado aos demais pelos laços sócio-econômicos e culturais por isso tudo o que faço de bom me atinge cedo ou tarde direta ou indiretamente) considerando o contrário também, e  sem o cinismo* ascetista reconhecendo que é bom viver e compartilhar do que produzimos de melhor em nossa sociedade que deve se tornar cada vez mais humanizada e menos excludente, mas que nunca deixará de ser egoísta porque o egoísmo é também parte da natureza humana. Mas um altruísmo assim seria silencioso, interior,oculto, sem identidade, sem uma bandeira, mas então, na nossa sociedade capitalista  ele não serviria como propaganda. Deveríamos nos concentrar em sermos mais realistas e gerenciar melhor o egoísmo que sempre caminhará conosco e reconhecendo seus limites, seus momentos de menor ou maior atuação. Empunhar uma autonomia no sentido de ser consciente do momento ideal em se ter de afirmar um interesse pessoal, e outros momentos em que seria mais eficiente abrir mão dele para um benefício coletivo, sempre reconhecendo sua presença participativa nas duas escolhas, exige muito conhecimento do funcionamento de uma vida em sociedade e consciência ou percepção de si . Importante buscar essa autonomia, essa responsabilidade de si em si, para que ela não se torne instrumento dos interesses  das instituições. Sendo este um caminho pessoal rumo a uma autonomia e não um instrumento para se fazer política ou proselitismo religioso. A linguagem altruísta não cabe na “boca” de instituições fundamentalistas nem na “boca” de partidos políticos, muito menos na boca de capitalistas.  O problema é que, a maioria das instituições políticas e religiosas fazem uso do altruísmo biológico** dando a ele outro significado e sempre em forma de espetáculo.

Nem tanto se concentrar no negativismo nem tanto se concentrar no positivismo, ambos extremos nos dão uma visão parcial da realidade, e talvez o altruísmo seja uma ferramenta de controle ou de gerenciamento do egoísmo, mas totalmente falível no seu extermínio. Talvez o altruísmo ideal, se é que é possível tal coisa, não seja de fato aquele que prega o ascetismo e tenta negar o egoísmo, mas aquele que se esforça em melhor gerenciar o egoísmo inerente à natureza humana, pois a natureza parece ser bem mais sábia que deus e os homens pois lhes parece loucura.

Embora eu ainda não consiga ver realmente um modelo eficiente de altruísmo na sociedade humana, o considero por hora uma utopia. Digo isso porque ainda não vi um modelo de altruísmo que não fosse alguma propaganda, uma máscara social em busca de benefícios políticos, ou de recompensas do céu ou da Terra.

Mas vale reconhecer que a maior utopia humana é aquela que deseja um mundo perfeito e justo, igualitário e embora saibamos que isso nunca será possível, porque não é possível admirar uma ditadura que iguala a todos no pensamento e nos atos devemos por algum momento nos enganarmos, e aceitarmos esse paradoxo, caso contrário nem faria sentido sairmos de nossas camas, o que não quer dizer que devemos deixar que outros se apropiem desse engano nos conduzindo como rebanhos ao matadouro ou nos transformem em “bodes expiatórios” ou mártires de suas causas(principalmente religiões e partidos políticos) geralmente unidos em prol dos interesses  de uma elite financeira, nos transformando em seus serviçais ou escudos de guerra.

 
Márcia Zaros

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------

* - ascese (do grego ἄσκησις, derivado di ἀσκέω, “exercitar”) consiste na prática da renúncia do prazer ou mesmo a não satisfação de algumas necessidades primárias, com o fim de atingir determinados fins espirituais.

 **- o gene egoísta -ver Richard Dawkins

quinta-feira, 21 de março de 2013

Um pogrom aos negros em Israel.

Para quem não está a par,“pogrons” eram ataques que turbas de racistas faziam contra aldeias ou bairros de população judaica


Comuns durante séculos, especialmente na Europa Oriental, mobilizavam bandos que saqueavam e destruíam casas e lojas de judeus, ferindo e até matando.
Por uma ironia do destino, os “pogrons” reviveram em Israel, na noite de quarta-feira da semana passada.Só que as vitimas de ontem foram os algozes.
Na região sul de Telaviv, uma multidão de mil pessoas atacaram e destruíram casas, carros e pequenos negócios de uma zona habitada por africanos, que vieram a Israel em busca de asilo. Feriram dezenas, felizmente não houve mortes.
Foram liderados e açulados por membros do Parlamento israelense: Michael Bem-Ari, Miri Regev e Danny Danon.
Bem-Ari é membro da União Nacional de extrema direita, que conclamou a turba a fazer justiça com as próprias mãos, afirmando que o “o tempo das palavras já passou”.
Ele pertenceu ao movimento ortodoxo, racista e fascista, Kach, fora da lei em Israel e considerado organização terrorista nos EUA.
A deputada Miri Egev é do Likud, partido do premier Netanyahu e chamou os imigrantes negros africanos de “câncer na sociedade israelense” – expressão muito usada pelos nazistas ao se referirem aos judeus na Alemanha.
Ela deve ter copiado o coronel Effi Eitan, que há poucos anos referiu-se aos árabes israelenses como “um câncer.”
Posteriormente, ela desculpou-se por mencionar o Holocausto e o câncer mas, somente às vítimas de um e aos doentes do outro. Manteve o que havia dito dos africanos.
Também do Likud é Danny Danon, que dirige um lobby que propõe como única solução para o problema dos africanos o seguinte: ‘’Precisamos expulsar os infiltrados de Israel. Não devemos ter medo de usar as palavras “expulsão já”.
Milhares de africanos da Eritreia e do Sudão Sul tem chegado a Israel, fugindo da extrema miséria, da fome, de governos opressivos e das barbaridades praticadas por bandos armados nos seus países.
Vem pela fronteiras com o Egito, trazido por grupos de indivíduos que os exploram ao máximo.
Em Israel, são cuidados por ONGs israelenses e pelo Alto Comissário de Refugiados da ONU. Onde ficam semanas e até meses, esperando que seus pedidos de asilo para poderem trabalhar sejam aprovados.
Muito antes disso, o governo os solta na estação central de Telaviv, sem dinheiro, sem agasalhos, sem nada. E que se virem até a decisão final sobre os pedidos deles.
A maioria vai viver nas zonas mais pobres de Telaviv.
Enquanto esperam alguns trabalham ilegalmente em funções tão humildes que os israelenses rejeitam. Outros pedem esmolas ou roubam.
Uns poucos abrem pequenos negócios.
Raros recebem licenças de trabalho. Segundo o 2011 Country Reports on Human Rights Practices: “dos 4,603 novos pedidos de asilo, 3,692 foram rejeitados.
Acabam concorrendo com os trabalhadores israelenses pobres, especialmente nas épocas de crise econômica, quando o desemprego aumenta.
Parece que isso está acontecendo agora.
A raiva contra a concorrência dos negros africanos, aos quais também se atribui um certo aumento no número de crimes, vem sendo estimulada.
Solidário com seus eleitores pobres, Netanyahu declarou que a onda de migrantes ameaça o “caráter judeu e democrático” do estado de Israel.
Novamente repetem-se considerações de líderes nazistas aplicadas contra os judeus.
Acho muito estranho esta insistência em preservar o caráter judeu do estado de Israel, ameaçado pela população negra africana.
Em primeiro lugar, porque significa um desejo de rejeitar as misturas com outras raças como algo maléfico, que prejudicaria a pureza da raça judaica.
Em segundo lugar porque sendo os africanos em Israel apenas 60 mil, representam 0,8% da população do país, sem condições, portanto, de modificar muito o quociente racial de Israel.
Bibi também condenou as violências” mas, depois de sua afirmação acima, essa condenação fica um tanto hipócrita.
No “pogron” de Telaviv, a multidão gritava coisas como: “fora com os negros”, “mande os sudaneses de volta para o Sudão”, enquanto outros, mais tranqüilos, limitavam-se a condenar “os esquerdistas de coração sangrento que trabalham para ajudar os negros.”
Não faziam mais do que ecoar ao apelo do Ministro do Interior, Eli Yishay: “Precisamos por todos esses infratores atrás das grades em centro de detenção, e os mandar para casa porque eles vieram para tomar empregos de israelenses.”
Seria a solução final para o problema dos africanos de Israel.
Voltando para a fome, a miséria, os massacres, as doenças epidêmicas e endêmicas e às torturas que os espera na Eritréia e no Sudão Sul, eles teriam destino semelhante ao dos judeus do holocausto.
É simples assim.


fonte:28/05/2012-Luiz Eça-www.olharomundo.com.br

quinta-feira, 14 de março de 2013

Manifesto por uma República Laica e sem Patriarcado

A Lei da Liberdade Religiosa deveria ser revogada, pois reconhece ao Estado competência em matéria que deveria relevar unicamente da consciência de cada cidadão, introduz uma autêntica hierarquização qualitativa das confissões religiosas e confunde deliberadamente a relação entre o cidadão e o Estado com a relação entre o crente e a sua comunidade religiosa, nomeadamente ao possibilitar a existência de isenção «imposto de igreja» a colectar pelo Estado.
Pelo fim do privilégio fiscal as religiões!

A Constituição da República Brasileira estabelece claramente um regime de separação entre o Estado e as igrejas ou outras comunidades religiosas; porém, subsistem no Brasil práticas e normas legislativas que subvertem decisivamente o princípio republicano da Laicidade do Estado.

A existência de uma Lei da Liberdade Religiosa que, pelo conjunto de privilégios que reconhece a supremacia de uma religião propõe estender, de forma desigual, a algumas das demais comunidades confessionais presentes no país, cria inevitavelmente situações de discriminação entre os cidadãos .

Não há representatividade no Comite que delega o ensino religioso nas escolas, dos irreligioso, ateus agnósticos e céticos.  
Nas salas de aula onde se trabalham os discursos da diversidade pluralidade e tolerância, não é apresentado a opção de modo de entender o mundo sem a mediação da religião e/ou a submição à teocracia.                  



nota:


Patriarcado não é sinônimo de homem. Nunca foi. Patriarcado é uma palavra derivada do grego pater, e se refere a um território ou jurisdição governado por um patriarca e culturalmente o patriarcado é um sistema ideológico tendo por base o poder do patriarca. Os ideiais republicanos são incompatíveis com o patriarcado!

A teocracia é baseada no patriarcado. Essa ideologia é a fonte de todas as formas de discriminação  e o preconceito contra as mulheres.

 O fato de  não aceitarmos a ideologia do patriarcado nem a teocracia baseado nela não quer dizer que queremos impor um matriarcado, ainda que este sistema sob uma deísa,teria muito mais chance de ser amável e cuidadora dos seus filhos do que o tirano bíblico. Parodeando: no máximo o “inferno” seria ficar no quarto de “castigo” até a hora do jantar.

Mas no mundo real dos humanos, a vida em sociedade é por ela regulamenta pelas leis e apoiada pelo bom senso.

O movimento feminista não é uma luta para impor uma ideologia matriarcal, é uma luta por igualdade social.

No Brasil já temos uma presidenta. E isso representa a igualdade e não uma ideologia matriarcal sendo posta em prática, como muitos insistem em se equivocar.